Imperatriz Leopoldinense ganha o Estandarte de Ouro de melhor escola da Série A

Iza brilha como rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense — Foto: Alexandre Durão/G1

A Imperatriz Leopoldinense ganhou o Estandarte de Ouro, oferecido pelo Jornal O Globo, de melhor escola da Série A do carnaval 2020.

A escola reeditou o enredo “O teu cabelo não nega (só dá lalá)”, em homenagem ao compositor Lamartine Babo, que a consagrou campeã em 1981.

Desta vez, o enredo foi desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Vieira, o mesmo da Mangueira Na primeira edição, o carnavalesco foi Arlindo Rodrigues.

Em 2019, a Imperatriz amargou o 13º lugar com o enredo “Liberdade, liberdade, abra as asas sobre nós” e caiu para a Série A pela primeira vez em 40 anos.

O desfile

Mais que reeditar o antigo enredo campeão, a Imperatriz quis homenagear a obra musical de Lamartine Babo, do autor de hinos de vários grandes clubes de futebol do Rio.

Com diversos bonecos, a comissão de frente parecia ter ainda mais integrantes, e homenageou tradições do carnaval, transformando guarda-chuvas em uma grande saia.

O abre-alas levou à avenida uma das outras profissões de Babo. A grande locomotiva colorida da alegoria representava o programa de teatro que o compositor apresentada, “O trem da alegria”.

O desfile seguiu com referências à importância do homenageado no futebol. Alas representavam os quatro grandes times do Rio e a grande paixão do músico, o América.

À frente da bateria, outro grande destaque da escola, a cantora Iza personificava a realeza leopoldinense.

Com 18 alas, três carros e um tripé e 2.000 componentes, a Imperatriz encerrou seu desfile com 53 minutos.

Estandarte de Ouro

Organizado desde 1972 pelo Jornal O Globo, o Estandarte de Ouro é reconhecido como a segunda premiação mais importante do carnaval carioca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito