Guarda Municipal, com maior efetivo da história, incorpora mais 274 candidatos aprovados em concurso público

A segurança nas ruas do Rio será reforçada com 274 novos guardas municipais. Aprovados em concurso público em 2012, os futuros agentes da corporação tiveram aula inaugural do curso de formação, nesta terça-feira, dia 6/11, na Cidade das Artes, na Barra. Presente ao evento, o prefeito Marcelo Crivella frisou que, mesmo em época de contenção de gastos, a Prefeitura faz esforço para manter o efetivo da corporação, que é de 7,4 mil, o maior de sua história.

– Queremos colaborar, numa parceria com a Polícia Militar, para melhorar a segurança no Rio de Janeiro. A Guarda não pode atuar no combate a crimes como homicídios e tráfico de drogas, mas, sim, no trânsito, na Lei do Silêncio e na ordem pública. Para acabar com o roubo de cargas, temos que acabar com o camelô que vende carga roubada. Nisso, a Guarda pode ajudar muito – afirmou Crivella. – Em breve, esses guardas municipais estarão armados com armas não-letais. E vamos enfrentar a desordem e esses pequenos crimes, aliviando a PM para combater os grandes crimes – completou o prefeito.

O curso, que tem duração de três meses, é a quinta e última etapa da formação dos novos guardas. Após esse período, se aprovados, os novos guardas estarão aptos a desempenhar suas funções. Eles chegam para repor saídas motivadas por aposentadoria e demissões.

Os candidatos terão aulas de ética, disciplina, Direitos Humanos, emergência pré-hospitalar básica, legislação, procedimento operacional padrão, defesa pessoal e Educação Física. O nível de exigência é alto, e para serem aprovados, todos precisam ter média 7 nas disciplinas.

Durante o período da capacitação, que será realizada pelo corpo de instrutores da Academia de Ensino da instituição, os candidatos serão avaliados quanto ao seu desempenho comportamental e intelectual.

 

TEORIA E PRÁTICA

As disciplinas têm em seu conjunto temas essenciais para o exercício da função de guarda municipal, como os Procedimentos Operacionais Padrões (POPs), que são conhecimentos práticos e teóricos para as atividades operacionais, como patrulhamentos e deslocamentos de rotina pelas ruas em segurança.

A convocação dos aprovados visa o preenchimento de 274 vagas para reposição do quadro funcional. A medida está prevista no decreto de Nº 43.311 de 2017, de regulação de novas contratações no funcionalismo municipal em atenção à Lei de Responsabilidade Fiscal, que autoriza a reposição de cargo, emprego ou função decorrentes de aposentadorias e falecimentos ocorridos nas áreas de Saúde, Educação e Segurança.

A Academia de Ensino da Guarda Municipal foi instituída em 2004. Os instrutores trabalham formação, capacitação, qualificação e aperfeiçoamento. E não é apenas para novos candidatos que a Academia oferece capacitação. Para aqueles que já atuam como Guardas Municipais, cursos de aperfeiçoamento também são ministrados. Sempre prezando pela excelência da Guarda Municipal e seu atendimento ao público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *