Governo do Estado e Belford Roxo promovem Oficina de Manejo Clínico para Chikungunya

A Superintendência da Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria Estadual de Saúde em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Belford Roxo promoveram uma capacitação para profissionais de Saúde e também profissionais das Secretarias Executivas de Zoonoses e Vetores e de Epidemiologia. O evento foi realizado no Curso Prognóstico e os principais palestrantes foram os médicos Pedro Coscarelle e Débora Fontenelle. O tema debatido foi “Manejo Clínico e Chikungunya Crônica”

A Chikungunya é uma doença viral transmitida pela picada dos mosquitos Aedes aegypti (o mesmo causador da dengue) nas cidades e Aedes albopictus em locais com bastante vegetaçãoA doença causa febre e graves dores nas articulações. Outros sintomas incluem dor muscular, dor de cabeça, náusea e fadiga. A dor nas articulações pode ser debilitante e ter duração variada. A maioria dos pacientes se recupera completamente, mas, em alguns casos, a dor nas articulações pode permanecer por meses, ou até mesmo anos.

O Governo Federal, no intuito de prevenir uma possível epidemia da febre Chikungunya, está realizando em vários municípios do Estado a capacitação. “As oficinas são a garantia de que médicos e demais profissionais estejam capacitados a darem atenção específica aos pacientes que apresentarem a chikungunya” comentou Pedro Coscarelle, que dissertou sobre os sintomas e abordagem clínica da doença. A médica Débora Fontenelle falou sobre o tratamento da doença e relatou que essa medida é uma antecipação de epidemia.

“Essa orientação é muito importante para nosso município. Nossa preocupação é de capacitar nossos servidores para que tenham excelência no diagnóstico” relatou o diretor da Secretaria Executiva de Zoonoses e Vetores, Admilson Figueiredo, que representou o secretário de Saúde Vander Louzada no evento. “Isso aqui é apenas o ponto de partida da nossa ação. Os profissionais aqui presentes serão os responsáveis a serem os multiplicadores dessas informações nas suas unidades de trabalho” completou Ricardo Lopes, diretor da Secretaria Executiva de Promoção e Proteção à Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito
%d blogueiros gostam disto: