Flamengo x Fluminense: tudo o que você precisa saber sobre a semifinal da Taça Guanabara

Resultado de imagem para fla flu

Seis dias depois da tragédia que matou 10 jogadores das categorias de base no Ninho do Urubu e deixou o futebol brasileiro de luto, Flamengo e Fluminense voltam a campo nesta quinta-feira para decidir uma vaga na final da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca.

Primeiro Fla-Flu de 2019, o clássico marcará as homenagens pelas vítimas do incêndio no CT rubro-negro. A bola rola às 20h30 (de Brasília) no Maracanã.

A novidade da partida será a presença do árbitro de vídeo, o popular VAR (sigla em inglês para “video assistant referee”). Por ter se classificado como primeiro do grupo, o Flamengo terá a vantagem do empate, enquanto o Fluminense, que passou em segundo na fase de grupos, precisará ganhar para chegar à decisão. Quem se classificar vai enfrentar o Vasco, que eliminou o Resende na última quarta-feira.

Flamengo – Técnico: Abel Braga

No primeiro jogo eliminatório da temporada, o Flamengo entra como favorito e vai jogar pelo empate diante do Fluminense. Mas o pensamento é de pés no chão, tendo como exemplo a eliminação diante do Botafogo no Carioca do ano passado, quando tinha a mesma vantagem. Além da pressão natural, os jogadores também terão que lidar com a emoção por causa da tragédia.

Em campo, a escalação não foi confirmada. Abel Braga fechou os treinos nos últimos dias, mas testou Gabigol no lugar de Uribe durante as atividades. Essa deve ser a única mudança em relação ao time que goleou a Cabofriense e teve sua melhor atuação em 2019. Assim, Gabigol terá sua primeira chance como titular no time principal, enquanto Arrascaeta continua no banco.

  • Pendurados: ninguém
  • Quem está fora: Juan (machucado)

Fluminense – técnico Fernando Diniz

Sem atuar desde o dia 5 de fevereiro, quando goleou o River-PI e passou para a segunda fase da Copa do Brasil, o Fluminense manterá o que é considerado o atual time ideal. Marlon ganha nova chance dada a lesão de Mascarenhas.

Diniz, ao ser perguntado sobre a eventual necessidade de reforçar a marcação diante de um rival de grande poderio econômico e técnico, garantiu a manutenção da forma de atuar, o jogo coletivo e de troca de passes curtos.

– A melhor maneira de se precaver contra o Flamengo ou o Barcelona é jogar da maneira que se treina todos os dias. Mudar para enfrentar um adversário, no fundo, você está se fragilizando.

  • Pendurados: Ninguém.
  • Quem está fora: Frazan (caxumba), Gilberto (dores no joelho esquerdo), Pedro (cirurgia no joelho direito) e Ganso (falta inscrição).

Rodrigo Carvalhães de Miranda apita a partida, auxiliado por Silbert Faria Sisquim e Michael Correia. O árbitro do VAR será Bruno Arleu de Araújo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: