Fator Rossi: o que o Vasco perde sem o atacante no clássico contra o Fluminense

O desfalque de Rossi para o clássico contra o Fluminense – está suspenso por conta do cartão amarelo recebido contra o Grêmio – foi muito lamentado pelo Vasco. O atacante tomou conta da ponta direita e é considerado um dos jogadores mais regulares da equipe pela comissão técnica. E os números atestam a importância do camisa 7 para Vanderlei Luxemburgo.

Rossi é o principal finalizador do Vasco no Campeonato Brasileiro: são 20, o maior número dentro do elenco, de acordo com dados do Espião Estatístico. Ele, porém, ainda precisa calibrar a pontaria – não marcou nenhum gol ainda no torneio.

Na preparação das jogadas, o atacante aparece novamente: ele é o quarto do elenco com mais assistências para finalizações: oito, contra 17 do líder Danilo Barcelos. E divide a liderança de assistências para gol com Marrony: uma para cada.

A produção ofensiva do Vasco no Brasileirão ainda deixa a desejar. O artilheiro ainda é Maxi López, que deixou o time no início da competição e marcou dois gols. Dos nove marcados pela equipe no torneio, apenas dois foram de assistências, por exemplo.

Além dos números ofensivos, a comissão lamenta muito porque Rossi é dos que mais contribuem defensivamente. De força física, o atacante é considerado importante na hora de recompor a marcação.

Sem o atacante, Vanderlei Luxemburgo também perdeu o substituto imediato, Talles Magno, que está com a seleção sub-17. No jogo-treino contra o Boavista, na quarta-feira, testou Yan Sasse no setor.

Rossi ainda aguarda propostas

O desempenho de Rossi no Vasco chamou a atenção de clubes do exterior. O empresário do jogador, Dhari Pissetti, já se reuniu com a diretoria, que manifestou a intenção de permanecer com o atacante – ele está emprestado pelo Shenzhen, da China, até o fim do ano. Entretanto, não há condições de exercer a opção de compra.

As propostas iniciais por Rossi, porém, não agradaram. Como a janela europeia abriu recentemente, há a expectativa de que cheguem ofertas melhores pelo atacante. Caso contrário, a tendência é de que permaneça no Vasco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: