Ex-secretário de Cabral tem registro cassado pelo Conselho de Medicina do RJ

O Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj) decidiu cassar o registro profissional de Sérgio Côrtes, ex-secretário de Saúde do governo de Sérgio Cabral, por violação do código de ética médica. A decisão ainda precisa ser confirmada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

O julgamento durou três horas e a decisão foi unânime. A medida tomada pelo plenário do Cremerj no Rio ainda não tem força de penalidade. O julgamento definitivo será no plenário do CFM, onde a decisão pode ser referendada ou não.

De acordo com a defesa, Côrtes escvreveu uma carta na qual alegou surpresa com o resultado do conselho profissional. Ele afirmou que reconhece os seus erros como gestor, mas que isso não teria relação com a sua atividade médica.

A sindicância que culminou com a cassação do registro profissional de Sérgio Côrtes foi aberta em abril do ano passado, por causa das denúncias de envolvimento de Sérgio Côrtes em esquemas de corrupção na Secretaria Estadual de Saúde do RJ e no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into).

Côrtes foi acusado de comandar o braço do esquema de corrupção do ex-governador Sérgio Cabral na área da saúde. De acordo com a denúncia da operação Fatura Exposta, os desvios chegaram a R$ 300 milhões. Nesta operação, ele foi preso em abril do ano passado.

Ele foi solto em fevereiro deste ano, depois de uma decisão do ministro do STF Gilmar Mendes. Recentemente, no dia 31 de agosto, voltou a ser preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: