Estudante de São João de Meriti conquista terceiro lugar nacional na EFOMM

Aos 19 anos, a jovem Lorrana Pereira Silva, de São João de Meriti, conquistou um sonho antigo. O desejo de ingressar na Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM) finalmente se concretizou e a meritiense foi classificada no concurso em terceiro lugar nacional.
 
A vontade de entrar para a EFOMM acompanhava a estudante desde o 9º ano do Ensino Fundamental. Agora, com o Ensino Médio já concluído, Lorrana conta que quando soube do resultado do concurso, demorou a acreditar.
 
“Quando eu estava no 9º ano, eu tinha vontade de ingressar na EFOMM, sempre quis ter a conquista de passar na prova e ter essa Escola de Oficiais como opção. Quando eu vi que passei em terceiro lugar, eu fiquei bem surpresa, não imaginei que me destacaria tanto, mas depois que a ficha caiu fiquei orgulhosa por ter conseguido essa vitória, principalmente por viver em um lugar em que a educação não é muito valorizada.”
 

Aluna do curso preparatório da rede Pensi, a jovem diz que confiar no próprio potencial foi uma das principais ferramentas que ela utilizou para realizar a prova e conseguir uma boa colocação.
 
“Uma coisa que me ajudou muito a ficar em terceiro lugar foi meu controle emocional na hora de fazer a prova. Eu estava muito calma, feliz e confiante de que eu era capaz de fazer uma boa prova. O Pensi me ajudou a construir essa confiança, me dando todo conhecimento necessário e também com a motivação dos meus professores.”
 
Lorrana lembra que estudou e se preparou durante três anos antes de realizar a prova do Instituto Militar de Engenharia (IME) e para o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA). De acordo com ela, é preciso perseverança e maturidade para realizar os exames.
 
“Foi um caminho longo, não só de estudos, como também de resiliência, é o meu terceiro ano fazendo turma IME/ITA, não é aquela ilusão que as pessoas dizem de ‘é só estudar’. Leva tempo e perseverança para adquirir conhecimento e maturidade suficientes para um resultado excelente. Ano passado, eu fiquei pós-classificada e esse ano fiquei em terceiro lugar, às vezes precisamos nos dar outra chance para melhorar.”
 
A meritiense incentiva outros estudantes e jovens a não desistirem na primeira tentativa e continuarem se preparando para novas oportunidades. Lorrana ainda aconselha aos futuros candidatos terem um aprendizado acolhedor como aliado.
 
“Não se deixe abater, caso não consiga numa primeira tentativa. Eu sou muito grata por ter tido a oportunidade de estudar no Pensi, na Baixada. Pouquíssimas pessoas têm a mesma oportunidade de estudar num lugar tão bom. Mas se você tiver condições de investir em algo, invista em educação isso faz muita diferença.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito