Escolas de Japeri próximas de rodovias terão sinalização revitalizadas pelo DER

O prefeito de Japeri, Carlos Moraes, pediu nesta quinta-feira (24), ao DER, a revitalização e implementação da sinalização de trechos das rodovias estaduais que cortam a cidade, próximo de escolas, ao longo do município.

         O apelo foi levado ao presidente do Departamento de Estradas de Rodagem, Ângelo Monteiro, pelo secretário municipal de Segurança, Trânsito, Transporte, Ordem Urbana e Postura, Cláudio Russo.

         A operação do DER, na cidade, começou nesta sexta-feira. O prefeito acompanhou pessoalmente o trabalho de sinalização horizontal  da rodovia, em frente à Escola Estadual Barão do Rio Branco, no Centro de Japeri.

         O projeto vai beneficiar as escolas municipais Ary Schiavo, no Centro de Japeri; Professora Etiene de Souza Oliveira, na descida do viaduto de Engenheiro Pedreira; Aparício Toreli, no bairro Cosme Damião; Cyrene Moraes Costa, na Chacrinha; Colégio Estadual Engenheiro Pedreira e o Educandário Senhor do Bonfim, localizados à margem da RJ-093, também conhecida como a Estrada de Lages, além do Colégio Cenecista Professor Lina Monte Mor, que fica ao lado da RJ-125, no bairro Nova Belém.

         O prefeito Carlos Moraes agradeceu a “sensibilidade” do governo do estado, frisando que o objetivo da medida é garantir mais segurança para estudantes, funcionários e professores, além de organizar o trânsito nessas regiões.

         “O Ângelo Monteiro e o vice-governador Francisco Dornelles se mostraram sensíveis aos nossos apelos, diante da necessidade de preservarmos vidas. Essa parceria faz bem a todo mundo”, disse o prefeito.

         O projeto consiste na instalação de semáforos (sinais luiminosos), faixas de pedestres, pinturas de quebra-molas e de placas indicativas nas proximidades das escolas.

         Cláudio Russo disse que o objetivo do projeto de revitalização da sinalização escolar é ampliar a segurança na circulação de veículos e beneficiar a comunidade escolar.

         “O que pretendemos é investir em um trânsito mais seguro. Até porque, é dever de todos nós prezarmos pela segurança coletiva”, explicou o secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *