Elogiado internamente por Jesus, Vitinho pode ganhar vaga no Fla

Trabalhando em silêncio, comendo pelas beiradas, Vitinho vem ganhando espaço no Flamengo. Bem nos últimos jogos antes da pausa para a Copa América, o camisa tem sido muito elogiado internamente por Jorge Jesus, que aposta no sucesso do camisa 11 no segundo semestre.

No jogo-treino contra o Madureira, no sábado, Vitinho foi o titular de linha que mais tempo ficou em campo e retribuiu com dois gols, na vitória por 3 a 1. Hoje, é um sério candidato à titularidade, uma vez que Jorge Jesus mudou o esquema, gosta do atacante e abriu um novo leque de opções desde que chegou ao Flamengo.

– Fico feliz pela confiança do Jorge Jesus. Pude jogar bastante tempo contra o Madureira e fiz dois gols. Tem sido legal a experiência com um treinador da Europa no Brasil. Ele tem tentado extrair o melhor de mim e de todos no Flamengo. É logico que são apenas 12 dias de trabalho, ele ainda tem muitas coisas para nos passar. Tenho me concentrado para tentar todas as mensagens dele, tem sido importante – frisou Vitinho.

Há quase um ano no Flamengo, Vitinho vive de altos e baixos desde que chegou. Hoje, parece estar recuperando o bom futebol e vive um bom momento. Mesmo assim foi vaiado em Brasília, contra o CSA. O camisa 11 comentou sua relação com a torcida.

– Fui vaiado em determinado momento contra o CSA, nenhum atleta quer passar por isso. Mas há males que vêm para o bem. Fiz um bom jogo, veio o gol e voltamos felizes para casa feliz. As situações com a torcida vão aparecer, mas a reação depende de mim. Tenho procurado reagir da melhor maneira. Não serei o primeiro nem o último a ser vaiado. Tento ter a melhor postura em relação a isso. 

Confira outros trechos da coletiva de Vitinho

O que espera do seu segundo semestre?

Espero continuar dando sequência e evoluir, ter mais tempo em campo e aproveitar. Tenho me cobrado muito na preparação e concentração. Quero ir bem, ter sequência, ajudar o Flamengo e ser o que todos esperam de mim.

Mudanças táticas

No sistema antigo tínhamos um volante a mais, mas continuamos tendo jogadores para trabalhar a jogadas, com apoio dos laterais. Nosso meia tem feito esse papel de vir de trás e fazer o gol.

Não muda muito o meu comportamento, porque continuo tendo que recompor, a segunda linha tem que estar bem postada. Então temos que recompor muito rapidamente para cobrir o espaço. As características da posição são as mesmas… O Jesus tem nos falado: “Quem defende bem ganha títulos. Quem só joga bem para frente ganha jogos, mas não títulos”.

Intensidade nos treinos

O Jorge Jesus tem marcado os treinos mais cedo porque tem escurecido rápido e queremos aproveitar o tempo. Costumo chegar 1h30 antes do treino. A intensidade que ele pede é alta, então o treino é fundamental. Tem sido muito pegado e duro. Mas já estamos começando a colher os frutos com velocidade e intensidade.

Nós sempre colocamos intensidade nos jogos. Mas com a mudança tática, temos sido muito cobrados por intensidade e entrega. É um sistema que há muito não vejo no Brasil. Acho que nosso esforço diário vai valer muito lá na frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: