Eleição do Vasco: colegiado vai julgar pleito do clube no dia 17 de dezembro no TJ-RJ

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro marcou para o dia 17 de dezembro, a partir de 13h30, a sessão que vai julgar se a eleição presencial do Vasco, que ocorreu em 7 de novembro, teve validade. O caso será julgado virtualmente por um colegiado da Primeira Câmara Cível. O novo presidente do clube segue indefinido.

A sessão vai acontecer três dias antes do recesso do judiciário, que tem início no dia 20 de dezembro. A informação foi publicada pelo Esporte News Mundo e confirmada pelo ge. A posse do novo presidente do Vasco está prevista para 20 de janeiro.

Na sessão, os advogados das partes envolvidas não realizarão sustentação oral, mas poderão acompanhar as considerações de cada jurista.

O pleito realizado no sábado, 7 de novembro, de forma presencial e que foi viabilizado na véspera por decisão desembargador Camilo Ribeiro Rulière, às 20h de sexta (dia 6), foi suspenso antes do fim por liminar do STJ. Na ocasião, Leven Siano foi o mais votado.

Outra votação (14/11), dessa vez virtual, ocorreu uma semana depois e teve Jorge Salgado como mais votado. No entanto, o caso teve outra reviravolta minutos depois da segunda eleição ter sido finalizada, com o STJ devolvendo o caso para o TJ-RJ.

A composição do colegiado que vai definir a eleição do Vasco:

  • Jose Carlos Maldonado De Carvalho
  • Camilo Ribeiro Rulière, que é o relator
  • Custodio De Barros Tostes
  • Fabio Dutra
  • Sergio Ricardo De Arruda Fernandes

Confira breve resumo das confusões da eleição do Vasco:

  • 7 de novembro, eleição presencial realizada em São Januário. Foi suspensa por volta de 20h, com decisão do presidente do STJ. A mesa diretora, que ignorou o encerramento dos trabalhos do presidente da Assembleia Geral, Faues Jassus, decidiu seguir o rito e contou os votos. Leven Siano, da “Somamos”, recebeu mais votos neste dia, com Salgado, Julio Brant, Alexandre Campello e Sergio Frias na segunda, terceira, quarta e quinta posição, respectivamente.
  • 14 de novembro, eleição exclusivamente on-line, com contagem realizada na sede do Calabouço. Salgado venceu Julio Brant. Os demais candidatos declinaram do pleito.
  • Pouco depois do fim da votação do dia 14 de novembro, saiu decisão do STJ revendo sentença anterior, que suspendia o pleito do dia 7 de novembro.
  • A partir daí, Leven Siano se declarou presidente.
  • Há duas atas de realização de eleições. A do dia 7 de novembro e a do dia 14 de novembro.
  • A posse do novo presidente está prevista para 20 de janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito