Educação faz palestras sobre alimentação saudável em São Gonçalo

Todas as escolas e creches da rede municipal de São Gonçalo vão realizar uma feira de alimentação saudável no próximo dia 31. O objetivo é mostrar para pais, alunos, responsáveis e para a comunidade de maneira geral a importância que a alimentação tem para a manutenção da nossa saúde e para a prevenção de doenças. Para isso, estão sendo realizadas palestras na Sala Multimeios da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com a participação de estagiários de Nutrição, que estão atuando nas escolas da rede. Nos dias 3 e 10 deste mês, o tema foi o reaproveitamento de alimentos e a obesidade infantil.

O secretário municipal de Educação, professor José Augusto Nunes, participou da abertura da última palestra, que foi direcionada aos diretores das escolas, e falou sobre a importância da integração entre a secretaria e as unidades de ensino.

“Eu quero me colocar à disposição de todos vocês, qualquer crítica, qualquer dúvida, é só dizer. A secretaria está sempre à disposição de vocês, a secretaria existe para servir às escolas e as escolas existem para servir à comunidade. O papel nosso é servir à comunidade”, afirmou o secretário.

A responsável técnica pela área de Nutrição da Semed, Iracy Barcellos, explicou que este ano a secretaria está trabalhando em parceria com as universidades Anhanguera e Universo para que as escolas possam ser melhor atendidas na área da alimentação. Assim, os estagiários, sob sua supervisão, fazem observações nas cozinhas das escolas, orientando merendeiras, fiscalizando os estoques, e promovendo a educação nutricional.

“Nós estamos buscando melhorar a qualidade da alimentação escolar através de um trabalho profissional. Para isso, toda semana temos reuniões de capacitação, onde recebemos o relatório de tudo que é feito nas escolas na área da alimentação”, explicou Iracy.

A estudante Laís Velamo deu início à apresentação falando sobre a importância da alimentação saudável, que tem a função de manter o corpo em equilíbrio, explicando os vários tipos de nutrientes necessários ao bom funcionamento do nosso organismo. “Alimentação saudável deve ser completa, ou seja, comer alimentos de todos os grupos e beber água diariamente”, explicou a estudante.

A obesidade infantil ficou a cargo da estudante Thayana Ribeiro. Ela explicou que as principais causas do problema são o sedentarismo e a alimentação errada que provocam lesões nas articulações, dores na coluna, problemas respiratórios, risco de diabetes, gordura no fígado, pés chatos, problemas cardíacos e diminuição da autoestima, já que essas crianças estão mais sujeitas a sofrer bullying.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *