Destinados R$ 11,8 milhões para ações de fiscalização em Terras Indígenas

Para garantir a segurança dos povos indígenas em todo o País, a Fundação Nacional do Índio (Funai) vem intensificando as medidas de proteção territorial, com o objetivo de garantir a segurança dos povos indígenas em todo o País.

As ações visam coibir ilícitos, como por exemplo, a extração ilegal de madeira, atividade de garimpo e caça predatória, e são realizadas em parceria com outros órgãos, como o Exército, a Polícia Federal, os Batalhões de Polícia Militar Ambiental e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Dos R$ 11,8 milhões investidos em proteção territorial, mais de R$ 6 milhões foram destinados para ações de fiscalização em Terras Indígenas com presença de povos indígenas isolados e de recente contato. As atividades ocorrem mediante o trabalho das 11 Frentes de Proteção Etnoambiental (FPEs) da Funai, com o apoio de órgãos federais e estaduais de segurança e fiscalização ambiental.

“As FPEs atuam de maneira ininterrupta, por meio das 20 Bases de Proteção Etnoambiental (BAPEs) em funcionamento na Amazônia”, destaca o coordenador de Políticas de Proteção e Localização de Povos Indígenas Isolados da Funai, Geovanio Oitaiã Pantoja, que pertence à etnia Katukina. 

Balanço da ações

 R$ 32,2 milhões investidos em ações preventivas

425 mil cestas entregues a indígenas (recursos próprios, doações e itens adquiridos com recursos do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos)

69,7 mil kits de higiene e limpeza distribuídos a indígenas de todo o país

R$ 10,4 milhões investidos em etnodesenvolvimento

Central de Atendimento da Funai à Covid-19

Suspensão das autorizações para ingresso em Terras Indígenas

R$ 11,8 milhões destinados a ações de proteção territorial

Suporte a 313 barreiras sanitárias

306 ações de fiscalização em 221 Terras Indígenas

200 mil itens de EPIs enviados às unidades descentralizadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito