Defesa Civil de São Gonçalo realiza mapeamento de áreas de risco

Técnicos da Defesa Civil iniciaram nova fase de mapeamentos no município de São Gonçalo. A equipe multidisciplinar do Centro de Pesquisa e Gerenciamento de Riscos e Desastres (CPGRD) da Defesa Civil de São Gonçalo realizou levantamento no bairro Mutuá.
Os trabalhos se iniciaram pela manhã, com uma reunião entre o subsecretário de Defesa Civil, Antonio Haag, e os técnicos para detalharem e aperfeiçoarem as informações e planejamentos. No período da tarde, foram feitas atividades de campo com análises previamente elaboradas.
De acordo com o subsecretário de Defesa Civil, esse trabalho se inicia em função do período com menos chuvas e devido à importância de continuar a mapear e diagnosticar os problemas nas áreas de risco do município.
“O CPGRD é um setor da Defesa Civil responsável pelo mapeamento das áreas de risco do município, constituído por profissionais das áreas de Biologia, Direito, Geografia, Geologia e Gestão Ambiental, o CPGRD já mapeou todas as ocorrências de deslizamentos e inundações que ocorreram no município no período correspondente aos anos de 1995 a 2017, e a intenção do grupo é aprofundar as análises”, esclarece Haag.
Segundo a geógrafa Ana Carolina Barbosa, as ruas Mutuá, Belarmino Ferreira e Dr. Arthur Martins foram previamente identificadas como áreas com potencial risco geológico. Levantamentos foram realizados com o uso do Banco de Dados Geográficos do órgão e serão fundamentais para a tomada de decisões em campo.
De acordo com a bióloga Márcia Procópio, esse mapeamento será mais um avanço da Defesa Civil em relação à gestão das áreas de risco geológico. A geóloga Érika Damazio argumenta que o CPGRD atua o ano inteiro mas que o momento é propício para mapear essas áreas com a finalidade de aperfeiçoar as ações em período chuvoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *