Curso em Mesquita estimula mulheres ao empreendedorismo

No mês das mulheres a Prefeitura Municipal de Mesquita, em parceria com o Sebrae, realizou o curso “Mulheres que inspiram Mulheres” para 20 empreendedoras da cidade. Um dos principais objetivos foi incentivar a quebra de uma suposta cultura de rivalidade entre mulheres, tentando estimular a cooperação entre elas para que se inspirem e sejam apoiadoras umas das outras.

Na plateia estiveram moradoras que frequentam o Espaço Mulher Mesquitense e do Centro Especializado de Atendimento a Mulher (CEAM). O encontro foi organizado pela Coordenadoria Municipal de Políticas para Mulheres, ligada à Secretaria de Assistência Social (SEMAS).

“Um curso que prepara as mulheres de dentro para fora e mostra que elas podem fazer o que desejam, e que é possível. O Sebrae está apresentando esse projeto pela primeira vez e em Mesquita, é muito gratificante para nós. Vem muita coisa boa por aí”, comentou Patrícia Xavier, coordenadora municipal de Políticas para Mulheres.

Esta foi a primeira vez que o projeto do Sebrae deixou de ser realizado dentro de uma de suas sedes. O curso aconteceu no Auditório Municipal Zelito Viana e foi composto por debates sobre empoderamento feminino, para estimular o empreendedorismo por meio de capacitação, valorização da independência, troca de experiências, sensibilização e inteligência.  

“Esta etapa coincidiu com o mês das mulheres, mas fazemos esse trabalho durante o ano todo e a equipe da Prefeitura de Mesquita tem sido muito parceira na contribuição desses encontros. Falar do empreendedorismo para as mulheres não é a mesma coisa que para os homens. È uma didática diferente: que toca mais no emocional, no motivo e na história de vida delas. Sabemos que o cenário para as mulheres no nosso país é desfavorável e isso é notório, mas muitas pessoas não estão preocupadas em fazer com que essas histórias sirvam de degrau para que elas consigam sair desse quadro e empoderar outras mulheres, e assim eliminar essa rivalidade entre nós que a sociedade acaba gerando”, enfatizou Gláucia Muniz, analista do Sebrae.

O encontro foi preparado para um número limitado mulheres, propositalmente, visando a tornar o aprendizado mais fácil. Além dos debates, uma dinâmica foi organizada para relatar que as mulheres falassem de suas inspirações, sonhos e histórias de outras mulheres que passaram por elas e as incentivam ao longo da vida e carreira profissional.

Monique Marques, de 36 anos, que já fez cursos de cabeleireiro e barbeiro no Espaço Mulher Mesquitense, foi uma das alunas. E já manifestou o desejo de participar de outros encontros como esse e de mais cursos profissionalizantes. “Gostei bastante porque cada dia aprendo mais e a troca entre nós é muito importante. Elas me explicaram muitas coisas que eu não sabia e consegui ver o que eu quero, isso foi muito positivo”, comentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: