Crivella pensa em reabertura gradual de comércios no Rio: “plano completo”

A cidade do Rio de Janeiro planeja fazer com que a economia volte a funcionar de forma gradual, com a reabertura dos comércios nos próximos dias. Pelo menos foi isso que afirmou Marcelo Crivella, o prefeito da cidade, após almoço com o presidente Jair Bolsonaro. Ele revelou ter um “plano completo” realizado junto com empresários locais para a reabertura da economia no local.

“Amanhã eu estou submetendo ao meu conselho científico todo o plano que elaborei com os empresários de todos os setores que tiveram paralisação”, disse Crivella.O prefeito falou sobre um plano feito com empresários

Ele ressaltou que está pensando na reabertura “como todo lugar no mundo”. Além disso, ele justificou sua ação afirmando que, nesse momento, os níveis de pessoas em isolamento social na cidade do Rio já passaram cerca de 80%, quando o ideal é 70%.

“Hoje, no Rio de Janeiro, graças a Deus, 80% das aglomerações diminuíram, 80% do trânsito de pessoas nas ruas, 80% dos passageiros de ônibus diminuíram também”, disse o prefeito.

Ele também falou que, com isso, as curvas de contágio da doença diminuíram no município. “As curvas (de contaminação) diminuíram, a velocidade de contágio, estamos tendo sinais no horizonte que vamos voltar a atividade”, disse.

Apesar de Crivella manter uma relação próxima com Bolsonaro, o prefeito do Rio resolveu não atender ao decreto imposto pelo presidente que afirma que salões de beleza, barbearias e academias são serviços essenciais e, por isso, devem ser reabertos durante a pandemia do coronavírus.

“Se fosse uma ordem, uma decisão do governo federal, obedeceria sem problema”, destacou. “Como havia ressalva, o Rio de Janeiro manteve o afastamento social nesses setores de serviços que são prestados a menos de dois metros. Agora, com as máscaras, com as curvas caindo, com certeza nos próximos dias já vamos ter liberação”, afirmou.

Vale lembrar que a cidade do Rio de Janeiro não optou pelo sistema de isolamento conhecido como lockdown. Além disso, a cidade é a que mais registra casos de infectados pelo coronavírus no estado do Rio de Janeiro. Na última quinta-feira (21), foram registrados 175 novas mortes e 1.717 casos confirmados da doença nas últimas 24 horas, o que fez com que o número de mortos totais da doença na cidade chegasse a 3.412 e o número de casos no local chegasse a 32.089, segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde. Mesmo assim, o Rio resolveu flexibilizar o isolamento social na cidade e, para isso, adotou um sistema semanal de classificação de três bandeiras (vermelha, verde e amarela) que vai indicar o nível de abertura e flexibilização do isolamento social, levando em conta os níveis de ocupação dos leitos dos hospitais da cidade.

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito