Crivella leva ‘Cuidar da Cidade’ à Penha

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, levou a mais um bairro, nesta quinta-feira, 11 de julho, o Cuidar da Cidade. A 19ª edição do programa de zeladoria, que resolve demandas enviadas pela população à Central 1746, foi na Penha, na Zona Norte.
 
– A Penha vai fazer 100 anos daqui a pouquinho, neste mês. Estamos aqui hoje tapando buracos em diversas ruas, fazendo podas de árvores, drenagem, limpando ralos. Tenho certeza de que a Penha, depois disso tudo, vai ficar muito mais bonita – disse Crivella, após inspecionar as ações na Praça Panamericana. – O programa começa no 1746. A gente vai atendendo as demandas da população. É um trabalho incansável da Prefeitura. Estamos na rua, estamos lutando – completou. 


Na Penha, foram mais de 400 solicitações de moradores. Desde janeiro, o Cuidar da Cidade já desenvolveu cerca de 17 mil ações a partir de pedidos encaminhados ao 1746. Desta vez, os órgãos municipais se concentraram no perímetro das seguintes vias: 

Avenida Lobo Junior;
Rua Belizário Pena;
Rua Conde de Agrolongo;
Rua Costa Rica;
Rua Curuá;
Rua Delfina Enes;
Rua do Couto;
Rua Gruçaí;
Rua Guaianases;
Rua Ibiapina;
Rua Ingaí;
Rua Jacurutã;
Rua Jequiriçá;
Rua Macapuri;
Rua Montevidéu;
Rua Nicarágua;
Rua Panama;
Rua Patagônia;
Rua Quito;
Rua Santiago.

Além dos serviços de poda de árvore, tapa-buracos, desobstrução de galerias de águas pluviais, retirada de entulhos e melhorias na sinalização viária, há vacinação antirrábica para cães e gatos, promovida pela Vigilância Sanitária municipal, e campanha de coleta seletiva de lixo, pela Comlurb. 

– Essa manutenção veio em boa hora. Estava tudo muito abandonado. Agora, melhorou, e eu aprovo o Cuidar do Cidade – comentou Joelma Miranda, moradora da Penha. 

O Cuidar da Cidade estabelece um calendário de ações que mobiliza diversos órgãos municipais. Atuam servidores da Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva), Comlurb, Rioluz, Fundação Parques e Jardins, CET-Rio, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e secretarias de Saúde e Educação.
 


MAIS SOBRE O CUIDAR DA CIDADE

Há duas semanas, Crivella anunciou investimentos de R$ 100 milhões para a frente emergencial do Cuidar da Cidade, que será ampliado. Nesse pacote serão tapados 250 mil buracos e aumentada a capacidade de trabalho da Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva), que terá o triplo de funcionários nas ruas: de 456 para 1.284.

Criado pelo prefeito e desenvolvido pela Secretaria Municipal da Casa Civil, em conjunto com o Centro de Operações Rio (COR) e a Central 1746, o programa já passou pelos seguintes locais:
 
ZONA NORTE:
– Tijuca/Praça Afonso Pena;
– Tijuca/Praça Saens Peña;
– Ilha do Governa tem GGdor;
– Rocha Miranda;
– Méier
– Vigário Geral;
– Pavuna;
– Penha.
 
ZONA OESTE:
– Padre Miguel;
– Santa Cruz;
– Campo Grande;
– Inhoaíba;
– Campo Grande / Conjunto da Marinha;
– Vila Valqueire;
– Pechincha;
– Paciência.
 
CENTRO
 
ZONA SUL:
– Leblon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: