Crivella entrega obras do “Cimento Social” no Salgueiro

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, entregou neste sábado, 20 de julho, no Morro do Salgueiro, na Tijuca, na Zona Norte, as obras de recuperação estrutural de moradias, por meio do Programa Cimento Social. Ao todo, 31 casas foram reformadas ou reconstruídas após os temporais que destruíram parte da comunidade em 2017. Depois de caminhar entre as residências, Crivella anunciou uma segunda etapa do programa na localidade conhecida como Casinhas, para retirar mais 15 famílias que ainda estão residindo em habitações precárias, algumas feitas de tábuas. O projeto foi criado por Crivella quando ele ainda era senador e já beneficiou centenas de famílias em diversos bairros.

– Fizemos um bom trabalho aqui, mas ainda não concluído. Tem mais coisa para fazer. Precisamos tirar mais umas 15 famílias em situação precária no alto da comunidade. Nós não vamos desmobilizar os serviços. Vamos fazer o levantamento topográfico da parte lá de cima. Se Deus quiser, vamos voltar daqui a algum tempo, para descer lá de cima do morro até aqui embaixo e não ver nenhum barraco e nenhuma família vivendo em situação precária – afirmou Crivella.

O secretário municipal de Infraestrutura e Habitação, Sebastião Bruno, adiantou que, a partir de segunda-feira, uma equipe já estará na localidade para começar o levantamento topográfico.

– Vamos trabalhar firmes para garantir as moradias – adiantou Sebastião Bruno.

Júlia Rodrigues, de 66 anos, uma das beneficiadas com o Programa Cimento Social no Salgueiro, agradeceu ao prefeito em nome dos demais moradores.

– É uma alegria sem tamanho e difícil de agradecer em palavras. Vivíamos correndo risco de vida o tempo todo. Nas chuvas de 2017, não morremos porque Deus nos salvou. Agora, podemos levar uma vida tranquila, longe do perigo de desabamentos – comemorou Júlia, uma das integrantes mais antigas da Escola de Samba Acadêmicos do Salgueiro.

Janaína Pereira, de 24 anos, é uma das moradoras que terão a casa reformada na segunda etapa do programa no Salgueiro.

– Vamos nos livrar do pesadelo de dormir em casa feita apenas de estuque (massa à base de cal e gesso). Agora, temos esperança de mudar definitivamente para uma vida melhor e mais segura, em breve – disse Janaína.

CIMENTO SOCIAL

Projeto de habitação popular idealizado pelo então senador Marcelo Crivella, em 2007, com o objetivo de oferecer moradias mais dignas aos cidadãos de baixa renda, sem qualquer perspectiva de comprar a casa própria, o Programa Cimento Social foi criado com a recuperação de moradias precárias no Morro da Providência, no Centro do Rio. Naquela comunidade, 13 moradias passaram por reformas completas. As paredes foram substituídas por módulos pré-fabricados e ganharam novos telhados. Naquela época, as melhorias foram fruto de um convênio entre o Ministério das Cidades e o Ministério da Defesa, envolvendo militares do Exército e funcionários contratados na própria comunidade, com ajuda financeira do governo federal.

Desde então, o projeto vem se tornando uma realidade em vários outros bairros, beneficiando centenas de famílias. Além do Morro da Providência e Morro do Salgueiro, mais casas também foram reformadas, como na comunidade do Jamelão, no Andaraí, também na Zona Norte. As casas construídas têm dois pavimentos, com sala, dois quartos, cozinha, banheiro e área social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: