Crivella anuncia reajuste a servidores: ‘Ultrapassando a crise’

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, e o chefe da Casa Civil, Paulo Messina, anunciaram na manhã desta quarta-feira (9) que o funcionalismo da capital terá reajuste no dia 1º de fevereiro.

O índice exato depende do IPCA, que ainda será fechado, mas a prévia indica aumento de 7,84%. Em 2017, a Prefeitura do Rio não deu aumento para os servidores.

Em vídeo com Messina, Crivella afirma que o Rio “está ultrapassando a crise”. O prefeito cita queda de recursos de quase R$ 11 bilhões entre 2017 e 2018, “em comparação com os últimos dois anos da administração anterior”. “Não foi fácil. Além disso, nós tivemos que pagar R$ 2,7 bilhões de despesas de obras da Olimpíada”, ressalta.

“Como é que a gente fez isso? Olha, foi um milagre”, continuou o prefeito.

Messina garantiu a data do reajuste: “Como a gente está no meio do mês, a parcial seria de 7,84%. Tem que esperar fechar o mês de janeiro para a gente poder divulgar o IPCA, mas certamente vai valer a partir de fevereiro.”

Prefeito Crivella e Paulo Messina, chefe da Casa Civil — Foto: Prefeitura do Rio

Pagamento a OSs não saiu

Na última segunda-feira (7), a Secretaria Municipal de Saúde avisou que não havia recursos para as Organizações Sociais (OSs), que gerem três hospitais e cerca de 260 unidades de saúde do Rio.

Mas, na terça (8), Crivella disse que ia liberar R$ 100 milhões até o fim da semana para as OSs.

Esta semana, Crivella anunciou novas medidas para aperfeiçoar o controle de despesas das Organizações Sociais. A partir de agora, todas as movimentações de cada unidade serão digitais e o mais detalhado possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: