Crivella anuncia medidas preventivas para reduzir danos com chuva forte prevista para esta quarta no Rio

Imagem relacionada

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta terça-feira, 12 de fevereiro, uma série de medidas preventivas para evitar danos maiores com a forte chuva, acompanhada de ventos e ressaca, prevista para quarta-feira, devido à aproximação de uma frente fria. Entre as ações está a decretação de feriado escolar no turno da tarde em toda a rede municipal de ensino, que funcionará só até meio-dia, e possível fechamento de vias com risco maior de deslizamento.  Outra recomendação da Prefeitura é para que a população priorize o uso de transporte público e deixe o carro na garagem. 

– Peço aos moradores do Rio que tenham cuidado com as suas vidas. Não arrisquem suas vidas. A Prefeitura está com todos os seus órgãos de plantão, vamos saber exatamente onde serão os epicentros da crise, vamos nos mobilizar com mais forças para esses pontos. Mas as pessoas precisam fazer a si mesmas uma pergunta: “Onde estou morando é seguro?” – alertou Crivella. – Quem mora em áreas de risco maior, com encosta muito inclinada ou em pontos de curso de água, precisa se afastar desses locais e buscar abrigos seguros. As pessoas estão sendo avisadas com antecedência. Nada substitui a prudência – acrescentou o prefeito.

Crivella fez ainda outro apelo à população: que não coloque lixo na rua nesta quarta-feira e aguarde o fim do temporal, quando, então, será feita a coleta pela Comlurb. É fundamental também não jogar os resíduos nas encostas ou em rios. Desde a chuva forte de semana passada, a Comlurb retirou dez mil toneladas de material das ruas e fez a poda ou recolheu 700 árvores. Todo o rescaldo da chuva anterior terá sido recolhido até o fim desta terça, antes do novo temporal previsto.

– Estamos preparados para a chuva, mas não ponham lixo nas calçadas ou nas ruas nesta quarta-feira. Não coloquem lixo nas encostas ou nos canais. É uma maneira de a gente evitar tragédias – destacou.

A Prefeitura também recomendou à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro que adie a partida desta quarta do Campeonato Carioca, no Maracanã, entre Vasco e Resende.

PRINCIPAIS MEDIDAS PREVENTIVAS

  • Adoção de feriado escolar no turno da tarde em toda a rede municipal de ensino, que funcionará só até meio-dia, na quarta-feira (13/2). A Prefeitura recomenda que as escolas particulares também adotem esta prática;
  • Recomendação para adiamento do jogo Vasco x Resende, marcado para a noite de quarta, no Maracanã;
  • População deve priorizar o uso de transporte público e deixar o carro em casa;
  • Adoção de índice mais conservador para acionamento de sirenes em comunidades com risco. O volume de chuva para que as sirenes sejam acionadas baixa de 55mm/h para 45mm/h;
  • Fechamento, se necessário, de três vias da cidade, sendo que uma delas já está fechada, a Avenida Niemeyer. As outras duas que poderão ser interditadas, caso o índice pluviométrico chegue no ponto aconselhado pela Geo-Rio, são: Estrada Grajaú-Jacarepaguá e Alto da Boa Vista;
  • Reforço nas equipes: mais de dez mil homens nas ruas no total de todos os órgãos municipais envolvidos na prevenção e atenção com a chuva; 
  • Eliminação da troca de turno. Todos os órgãos que terão seu efetivo trabalhando no turno normal durante a quarta não dispensarão esses funcionários, que se somarão aos trabalhadores do turno seguinte.
  • Uso de vans da Guarda Municipal  para retirar cidadãos ilhados ou em áreas de risco;
  • Emprego de todos os guardas municipais, mesmo os de áreas administrativas, no controle do trânsito;
  • Distribuição de agentes da Guarda Municipal, CET-Rio, Seconserma e Comlurb por pontos estratégicos, especialmente os já fragilizados pela chuva da semana passada;
  • Informação, pela CET-Rio, em painéis fixos, sobre eventuais interdições e pontos de alagamento;
  • Massificação do serviço de alerta por SMS, com divulgação do número 40199, para que mais pessoas cadastrem os CEPs de suas residências e recebam os avisos sobre chuva feitos pela Defesa Civil;
  • Massificação das informações nas redes sociais e em veículos de comunicação;
  • Alertas à população para que não coloque lixo nas ruas durante o temporal. As pessoas devem guardar seu lixo em casa, porque a coleta pela Comlurb só será feita após o temporal;
  • Operação de emergência com abertura das quatro comportas da região do Jardim de Alah, Rua Visconde de Albuquerque, General Garzón e em Botafogo, próximo a uma churrascaria, porque estão previstas maré alta e ressaca, além da forte chuva;
  • Acionamento do Gabinete de Crise, comandado pelo prefeito Marcelo Crivella, no COR, tão logo haja necessidade;
  • Verificação do abastecimento dos geradores nas unidades pré-hospitalares e hospitalares (recomenda-se que hospitais particulares e públicos de outras esferas de governo façam o mesmo), com destacamento de equipes de prontidão;
  • Monitoramento ininterrupto da velocidade do vento;
  • Reforço na equipe do 1746.

O plano de ação foi elaborado por diversos órgãos municipais, entre eles, a Defesa Civil, Guarda Municipal, Comlurb, CET-Rio e RioLuz. O trabalho foi coordenado pela Secretaria da Casa Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito
%d blogueiros gostam disto: