Coronavírus: Ocupação de leitos em Petrópolis se mantém baixa

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na tarde desta terça-feira (27) mostra que Petrópolis tem 36 pacientes internados por covid-19, podendo ser casos positivos ou em investigação esperando o resultado do teste. São 21 internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 15 em leitos clínicos.

Hoje o município contabiliza pelo SUS 14,81% dos leitos clínicos e 21,35% de UTI ocupados com pacientes infectados com coronavírus. Desde o início da pandemia, 265 pessoas morreram em decorrência da doença na cidade.

Segundo os dados, até o momento foram realizados 68.799 testes na cidade. Desses, 60.830 resultaram negativo, 7.836 positivos e 133 estão em análise, entre PCR e testes rápidos.Petrópolis, RJ, vai completar 176 anos e terá programação com solenidades e  distribuição de bolo | Região Serrana | G1

O município contabiliza, ainda, 5.930 pessoas recuperadas do coronavírus. Esse número se refere às pessoas que estiveram internadas nas unidades hospitalares da cidade ou que se mantiveram em isolamento domiciliar e que, hoje, não apresentam mais os principais sintomas da doença.

Teresópolis

 

A última atualização até o fechamento do Painel Covid-19, da prefeitura de Teresópolis, aponta para um dado preocupante: das 31 vagas em UTI para a doença, 30 estão ocupadas. Os dados foram atualizados na segunda-feira (26) e apontam que, até aquele momento, o município vizinho também acumulava 8.347 casos confirmados desde o início da pandemia e 161 óbitos.

Na comparação entre os meses, o Painel também aponta que outubro foi o terceiro mês com a maior quantidade de casos novos em Teresópolis. Foram 1.525 até segunda-feira. Com este valor, só fica atrás de agosto (2.126) e setembro (2.073). O número de mortes registradas no mês, no entanto, é o menor desde abril, com 17 vítimas.

Apesar da quase total ocupação dos leitos de UTI, os leitos clínicos estavam com taxa de 41,86%, já que tinham 18 pacientes internados para 43 vagas. A prefeitura de Teresópolis foi procurada, mas não respondeu até o fechamento. 

Nova Friburgo

Diferente da vizinha Teresópolis, Nova Friburgo também mantém as taxas de ocupação dos leitos em baixa. No boletim de ontem (27), a taxa de ocupação dos leitos de UTI estava em 33,3%, com 14 internados. Já os leitos de enfermaria estavam ocupados por 15 pacientes, o que corresponde a 26,3% do total.

O boletim de Nova Friburgo também aponta que, desde o início da pandemia, a cidade confirma 3.736 casos positivos, com 153 mortes em decorrência da covid-19. O município não disponibilizou a confirmação de casos e mortes por mês. 

Outros municípios

Em Areal, são 292 casos confirmados, com 14 óbitos. De acordo com o boletim divulgado na segunda-feira (26) pela Prefeitura, são dois moradores do município internados em decorrência da doença. Próximo a este município, Três Rios confirmava, até ontem (27), 3.779 casos de covid-19 com 75 mortes. Havia ainda sete pessoas internadas.

São José do Vale do Rio Preto divulgou no boletim desta terça-feira que há, no município, 486 casos confirmados de covid-19. Deste total, apenas uma pessoa estava internada. O município também contabiliza 26 óbitos pela doença.

Vizinho a este município, Sapucaia confirmava 684 resultados positivos de covid-19 até ontem. Deste total, 30 vieram a óbito. A cidade também contabilizava quatro pessoas internadas. Este município e os outros três últimos citados, não divulgaram a taxa de ocupação em leitos clínicos e de UTI. Também não foi informado se há um gráfico com a curva de casos ou a confirmação por mês.

Em outro limite de Petrópolis, com acesso pela Serra Velha, Magé tem um acumulado de 4.085 casos confirmados desde o início da pandemia com 228 mortes. Até o fechamento, o município não informou sobre a situação das internações e também não disponibilizou detalhes sobre as confirmações mensais. 

Mapa de risco

No último Mapa de Avaliação de Riscos do governo estadual, do dia 19, a Região Centro-Sul, onde está Três Rios e Sapucaia, apresentava risco moderado de transmissão de covid-19 (bandeira laranja). Já as Regiões Serrana e Metropolitana I, onde estão os outros municípios citados, apresentavam bandeira amarela, ou seja, com risco baixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito