Confira as 7 ruas com maior índice de acidentes de trânsito em Petrópolis

Um levantamento do Corpo de Bombeiros de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, aponta as sete ruas onde há mais registros de acidentes de trânsito na cidade. A Avenida Barão do Rio Branco aparece no topo da lista, com registro de 18 acidentes nos primeiros meses de 2018. As ruas Washigton Luís, Bingen, General Rondon, Coronel Veiga, Mosela e Estrada União e Indústria também são apontadas pelos Bombeiros como as vias que devem receber mais atenção, tanto dos órgãos públicos, quanto de motoristas e motociclistas.

Segundo o comandante dos bombeiros, Ramon Camillo, um folder com a lista das ruas mais perigosas foi confeccionado para alertar e conscientizar os moradores.

O material começou a ser distribuído em março deste ano. A primeira campanha ocorreu na Estrada União e Indústria, em frente ao Terminal Rodoviário de Corrêas.

Nesta quinta-feira (17), o comandante disse que foram entregues mais mil panfletos na Praça D. Pedro, no Centro da Cidade, dentro da programação do Maio Amarelo, movimento internacional que busca reduzir o número de vítimas em acidentes de trânsito.

De acordo com o comandante, os registros mais comuns são de colisões, quedas de moto e de carros em rios. Um levantamento feito pelo Detran mostra que Petrópolis é a cidade da Serra do Rio com mais registros de colisões. Os dados mostram que em 2017 foram registradas 307 batidas na cidade.

Número de acidentes por rua em 2018

  • Avenida Barão do Rio Branco – 18
  • Rua Washington Luís -11
  • Estrada União e Indústria – 11
  • Rua Bingen – 7
  • Rua General Rondon – 7
  • Rua Coronel Veiga – 6
  • Rua Mosela – 2

Prevenção

Para Ramon Camillo é preciso investir mais em fiscalização e sinalizações. No caso da Avenida Barão do Rio Branco, onde foram registrados 18 acidentes nos primeiros meses deste ano, ele acredita que é necessário também a reativação dos radares. O comandante afirma que vai formalizar ainda esta semana esse pedido à Prefeitura.

“Acreditamos que com os equipamentos funcionando vamos conseguir reduzir os índices alarmantes de acidentes de trânsito em Petrópolis”, afirma Ramon Camillo, acrescentando que é preciso também a conscientização de motoristas e motociclistas para que os números diminuam.

O G1 questionou a Prefeitura de Petrópolis sobre a reativação dos radares na Avenida Barão do Rio Branco e sobre as ações que vem sendo realizadas, principalmente nas ruas apontadas pelos bombeiros, e aguarda resposta.

Maio amarelo

Uma simulação de acidente de trânsito na Praça Dom Pedro, no Centro da cidade, reuniu centenas de pessoas na manhã desta quinta-feira (17).

Segundo a CPTrans, uma atriz simulou que estava atravessando a rua e acabou sendo atingida por uma motocicleta, que tentou, em vão, desviar de um veículo em alta velocidade, cujo condutor havia consumido bebida alcoólica.

A ação reuniu cinco atores e mais de 50 pessoas de órgãos como Bombeiros, Polícia Civil, CPTrans e guardas, com o objetivo de chamar atenção da sociedade para as vítimas de trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *