Cezar de Melo assina convênio para levar saneamento às áreas rurais do município

A Prefeitura de Japeri vai participar do projeto do Comitê das Bacias do rio Guandu para levar saneamento à área rural do município.

O convênio, que envolve outros 14 municípios da Região Hidrográfica II, foi assinado nesta quinta-feira (6) pelo prefeito em exercício, Cezar de Melo, no auditório do Pavilhão de Aulas Teóricas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), em Seropédica.

Além da universalização do saneamento, o projeto tem por objetivo melhorar a qualidade da água dos corpos hídricos dos municípios envolvidos, de forma a reduzir também doenças provocadas pela falta de saneamento, como diarreia, esquistossomose e a leptospirose, entre outras enfermidades.

Cezar de Melo chegou à sede da UFFRJ acompanhado do secretário municipal do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Kerly Gustavo, e da subsecretária, Meire Lucy.

Dados do Ministério da Cidade dão conta de que mais da metade da população ainda não tem acesso à coleta de esgotos e que somente 37,5% do esgoto do país passa por algum tipo de tratamento, antes de ser lançado na natureza. “Esse problema é ainda bem mais complexo nas áreas rurais”, frisou o prefeito.

Relatório também divulgado em 2017, pelo Instituto Trata Brasil, mostra que 35 milhões de pessoas não têm acesso a água potável e 49,8% da população do país não dispõe de coleta de esgoto. Na maioria dos casos, a precariedade do saneamento rural e urbano é agravado pela falta de atendimento e conhecimentos básicos para o tratamento de água e destinação de resíduos.

O projeto vai levantar o conjunto de dados e informações sobre os aglomerados rurais em Japeri e nos demais municípios envolvidos e diagnosticar as necessidades de esgotamento sanitário, priorizando a universalização do atendimento e as alternativas mais adequadas, ambiental e economicamente.

Baseado no Programa de Investimentos do Plano Estratégico de Recursos Hídricos do Comitê Guandu, o projeto, que será executado nos próximos dois anos pelo Consórcio Perfil Engenharia e Ambiente S.A e a TSA Tecnologia em Saneamento Ambiente, foi orçado em R$ 1,5 milhão, sem contrapartidas.

O projeto de saneamento rural envolve também os municípios de Barra do Piraí, Engenheiro Paulo de Frontin, Itaguaí, Mangaratiba, Mendes, Miguel Pereira, Nova Iguaçu, Paracambi, Piraí, Queimados, Rio Claro, Seropédica, Vassouras e Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: