Candidatos ao governo do Estado do RJ vão às urnas

Cinco candidatos ao Governo do Estado do Rio de Janeiro tinham votado até as 11h deste domingo (7) em seções eleitorais da cidade. O postulante ao governo pelo DEM, Eduardo Paes, foi o primeiro a votar. Ele chegou pouco antes das 9h ao Gávea Gof Club, acompanhado pela família e aliados políticos.

Paes disse estar confiante para o segundo turno e evitou fazer comentários sobre possíveis adversários na segunda etapa do pleito – sobretudo de Wilson Witzel, que demonstrou avanço nos índices de preferência do eleitor nas pesquisas mais recentes.

Eduardo Paes votou em seção eleitoral na Zona Sul do Rio de Janeiro — Foto: Carlos Brito / G1

“Eu não sou analista de pesquisas. Estou feliz com a minha disparada no primeiro lugar. Não comentei pesquisas em nenhum momento, apenas estou feliz de estar na frente e ver que a população entende que somos a melhor alternativa para governar o Estado do Rio”, garantiu Paes, que estava acompanhado de Pedro Paulo e Andre Correa.

Paes disse que vai acompanhar o resultado da votação em casa e garantiu que terá como primeiras metas o acerto das finanças do Estado e a melhoria na área da segurança pública. Paes voltou a afirmar que dará atenção especial ao interior do Estado e também a São Gonçalo e Baixada Fluminense. “São áreas que precisam de mais governo. Se olharmos para o efetivo de policiais na Baixa e em São Gonçalo, é uma vergonha. Como se resolve essa tragédia da segurança pública sem policiais?”.

Candidato ao governo do Rio pelo PSC, Wilson Witzel, chegou por volta das 9h10 para votar no Grajaú — Foto: Ana Paula Santos / TV Globo

O candidato Wilson Witzel (PSC) chegou ao Grajaú Country Club, na Zona Norte do Rio, às 9h10 para votar. Ele estava acompanhado da família, fez questão de cumprimentar eleitores, e votou rapidamente na seção 280, que não tinha filas. Depois de votar, o candidato parou para tomar café da manhã numa padaria em frente à zona eleitoral.

Sobre o seu desempenho nas últimas pesquisas eleitorais, onde o candidato aparece em segundo lugar, Witzel garantiu que não foi surpresa. “Nós já estávamos percebendo nas ruas. Todos os lugares por onde nós passávamos, o calor humano, o carinho era, assim, arrebatador. Então, o resultado dessa pesquisa já refletiu os anseios do povo do estado do Rio de Janeiro e as lives que nós fazíamos, nós já percebemos em todo o estado uma onda de mudança, de renovação”, afirmou Witzel.

Candidato Wilson Witzel votou com toda a família na Zona Norte do Rio — Foto: Reprodução / TV Globo

Ainda segundo Witzel, seu crescimento se deve ao desejo da população fluminense de renovação no cenário político. “A população está pedindo uma pessoa capacitada, técnica. O que eles (eleitores) têm visto é que como eu tenho todos esses requisitos e tô alinhado hoje com mais à direita, sou centro-direita, não vou dizer que sou direita radical.”, disse o candidato do PSC.

Witzel vai acompanhar a apuração de casa. “Eu e minha família vamos aguardar o resultado que as urnas já estão previamente demonstrando e nos preparar para, se houver segundo turno, vamos nos preparar para o segundo turno”, garantiu.

Candidato do PDT ao governo do RJ, Pedro Fernandes, vota em seção na Zona Norte do Rio

O candidato do PDT ao governo do Rio, Pedro Fernandes, chegou por volta das 9h40 à Escola Municipal Sertório Portinho, em Irajá, na Zona Norte, acompanhado da mãe, mulher, filha e assessores.

Antes de entrar na seção eleitoral 641, o candidato parou para tirar fotos com eleitores e falar com jornalistas que o aguardavam. Ele ficou na fila por aproximadamente 20 minutos para votar.

O candidato Pedro Fernandes chegou em seção eleitoral de Irajá, na Zona Norte do Rio, acompanhado da família — Foto: Bruno Albernaz / G1

“Estou muito animado e muito confiante. Depois do debate da TV Globo, tivemos um aumento muito grande, muito significativo. Eu realmente não me senti muito bem de madrugada, talvez tenha sido um pouco de ansiedade e nervosismo da eleição. Mas já estou bem e aqui pra votar. Estou muito confiante. Vamos acompanhar a apuração em casa e torcer para que a gente possa chegar no segundo turno”, conta.

O candidato cumprimentou todos os mesários e aguardou cerca de 25 minutos na fila com a esposa e a filha. Pedro falou também sobre as últimas pesquisas divulgadas. “Essas pesquisas são muito estranhas. Da noite para o dia muita gente sobe, muita gente cresce. Não é esse o sentimento que temos na rua. Eu prefiro esperar a apuração, que é mais confiável do que essas especulações de pesquisa.”, diz o candidato.

Candidato Indio chegou ao colégio Divina Providência, no Jardim Botânico, de bicicleta — Foto: Guilherme Peixoto / TV Globo

O candidato do PSD ao governo, Indio da Costa, votou no colégio Divina Providência, no Jardim Botânico, na Zona Sul. Ele chegou ao local pedalando sua bicicleta.

Tarcísio Motta chegou na Escola Municipal Senador Correa, em Laranjeiras, pouco antes das 10h — Foto: Priscilla Chagas / TV Globo

Tarcísio Motta, candidato do PSOL ao governo do RJ, chegou à Escola Municipal Senador Corrêa, em Laranjeiras, na Zona Sul.

Ele chegou acompanhado do deputado estadual Marcelo Freixo, de Chico Alencar e de Sônia Guajajara, postulante a vice na chapa do partido para a Presidência, encabeçada por Guilherme Boulos. Tarcísio levou a filha de 11 anos para votar com ele na cabine.

“Nossa campanha cresceu muito nos últimos dias, o povo do Rio de Janeiro que quer a mudança está votando 50”, disse. “Espero que as urnas captem essa onda”, emendou. “Não podemos deixar que o segundo turno vire uma disputa entre a máfia e o ódio,”. afirmou o candidato do PSOL.

Romário chegou pouco antes do meio-dia para votar em seção eleitoral em escola de Parada de Lucas — Foto: Henrique Coelho / G1

Romário, candidato do Podemos ao governo do Rio, chegou pouco antes do meio-dia à Escola Municipal Joseph Bloch, em Parada de Lucas, na Zona Norte. Ele chegou ao local acompanhado de cinco, dos seus seis filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: