Brasil tem 5 mortes por sarampo e 1069 casos confirmados em RR e AM

O Brasil tem 1069 casos de sarampo em 2018: 788 no Amazonas e 281 em Roraima, informam dados da secretárias de saúde estaduais enviadas ao Ministério da Saúde. O país também tem 5 mortes confirmadas pela doença (de três estrangeiros e de um brasileiro). A maioria das mortes ocorreu em Roraima (4) — a outra, de um menino de 7 meses, foi confirmada no Amazonas.

Os dados foram contabilizados até o dia 6 de agosto. São seis casos a mais em relação à atualização do dia 1º, quando 1053 infecções haviam sido confirmadas.

Uma das mortes foi de menino de 7 meses em Manaus (AM), que não havia sido vacinado. Ele apresentou os primeiros sintomas (febre, tosse e coriza) no dia 23 de junho. Depois do agravamento do caso, a criança foi internada no dia 25 de junho, mas acabou morrendo três dias depois. A morte foi confirmada pela Secretária de Saúde do Amazonas em jullho.

Em resposta aos surtos, o Ministério da Saúde lançou uma campanha de vacinação que vai até o dia 31 de agosto. Crianças entre 1 e 5 anos receberão a vacina mesmo se já tomaram o imunizante anteriormente. A vacina é a única forma efetiva de proteção contra o sarampo, diz o Ministério da Saúde, que tem contágio fácil e similar ao da gripe.

Os surtos acontecem como resultado de uma confluência entre brasileiros que não tomaram a vacina e a importação de casos da Venezuela. Segundo o Ministério da Saúde, o genótipo do vírus que circula por aqui (D8) é o mesmo que circula no país vizinho.

Em 2017, dados preliminares apontam que a cobertura vacinal no Brasil contra sarampo foi de 85,2% na primeira dose (tríplice viral) e de 69,9% na segunda dose (tetra viral).

Doutora Ana responde: quais são os sintomas do sarampo?

Desde 1999, o Brasil não registrava número tão alto de casos confirmados em um único ano. Na época, foram 908 casos de sarampo no país.

O último surto de sarampo no Brasil foi registrado entre 2013 e 2015. Nesse período, 1.310 casos da doença foram registrados. Depois do controle do surto, o Brasil chegou a receber certificado de eliminação da doença em 2016.

Além dos surtos no Amazonas e em Roraima, alguns casos isolados relacionados à importação (quando estrangeiros infectados passam pelo país), foram registrados nos estados de São Paulo (1), Rio de Janeiro (14), Rio Grande do Sul (13), Rondônia (1) e Pará (2).

Campanha de vacinação

Na segunda-feira (6), começou uma campanha nacional de vacinação contra o sarampo. Crianças de 1 a 5 anos receberão a vacina ou reforço. A campanha vai até o dia 31 de agosto, mas trata-se de uma mobilização. Normalmente, a vacina contra o sarampo está disponível o ano inteiro nos postos de saúde para crianças e adultos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *