Brasil é referência internacional em transferência de renda devido ao Auxílio Emergencial

OBrasil, representado pelo Ministério da Cidadania, participou, nesta quinta-feira (15), da reunião anual realizada pelo Banco Mundial e foi convidado a compartilhar as boas práticas realizadas pelo Governo Federal durante a pandemia de Covid-19. Entre as ações, o Auxílio Emergencial foi considerado um dos melhores e mais efetivos programas de transferência de renda à população, e por isso se tornou referência internacional.

O Auxílio Emergencial, pago a 67,8 milhões de pessoas, impactou mais da metade da população, chegando a 126,5 milhões de brasileiros. Foi destacado a agilidade do processo de construção da política pública diante do avanço da pandemia no Brasil e a sua assertividade em chegar a quem mais precisava.

O benefício foi apontado como responsável por reduzir a pobreza em 23,7% no país. Mais de 15 milhões de cidadãos saíram da linha da pobreza, ou seja, tiveram renda domiciliar per capita maior que meio salário mínimo (R$ 522,50). Além disso, o Auxílio foi capaz de evitar que 23,5 milhões de cidadãos entrassem nessa condição.

O investimento do Governo Federal em toda a rede de proteção social ultrapassou R$ 200 bilhões em nove meses. Além do Auxílio Emergencial, foram criados benefícios para o capital de giro, programas de apoio às empresas para manter empregos e recursos extras para estados e municípios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito