Botafogo volta a jogar mal e quase complica confronto que tinha tudo para ser fácil

O adversário era fraco, apenas o oitavo colocado entre 12 times do último Torneio Apertura do Paraguai. E ainda ficou com um jogador a menos aos 30 minutos do primeiro tempo. Mesmo assim o Botafogo quase complicou um jogo que tinha tudo para ser fácil em Assunção. Com problemas na criação e muitos passes errados, o Alvinegro só chegou ao gol da vitória graças a uma falha do goleiro do Sol de América e mostrou que o técnico Eduardo Barroca ainda está em busca da formação ideal.

– A equipe brigou muito. Em competições como a Sul-Americana, muitas vezes não dá na técnica e temos que ir na raça. Até porque essa é a cara do Botafogo – resumiu Erik, o autor do gol da vitória.

Desempenho é diferente de resultado. Por mais que tenha vencido dois de seus três últimos jogos, a última atuação consistente do Botafogo foi contra o Fortaleza. Diante do Fluminense, domínio quase total do adversário. Contra o Goiás, posse de bola e pouca (ou nenhuma) efetividade.

Já no Paraguai, diante de um adversário inferior tecnicamente que só levou perigo no pênalti perdido por Clar, o Alvinegro não conseguiu impor seu estilo de jogo e sofreu mais do que deveria. Faltou aproximação entre as linhas e intensidade. Tanto que o gol da vitória saiu após uma falha do goleiro Escobar que Erik aproveitou. Nomes como Diego Souza, Cícero, João Paulo, Valencia e Alex Santana tiveram atuações apagadas.

Nessas três últimas atuações, Barroca testou diferentes formações: com dois pontas abertos, com quatro jogadores sem característica de criação no meio-campo e com a volta de um ”camisa 10”. Dentre elas, a que mais deu resultado até agora foi a primeira. Coincidentemente foi com ela que saiu o gol da vitória diante do Sol de América após a entrada de Luiz Fernando no lugar de Cícero. Foi o atacante que iniciou a jogada pela esquerda antes do cruzamento para a área.

– A nossa equipe está em estágio de evolução. Nos últimos quatro jogos, a gente levou apenas um gol. Os jogadores estão se dedicando muito, estão se entregando. O início do nosso jogo não foi como gostaríamos, mas depois conseguimos controlar, criar as chances e fazer o gol. A gente demorou um pouquinho a se ajustar, mas, depois, a gente trouxe de novo o nosso jogo coletivo – analisou Barroca em coletiva após o jogo.

O Botafogo desembarca no Rio nas primeiras horas desta quinta e volta a campo no sábado, às 16h, para enfrentar o líder Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro. A partida será disputada em Brasília, já que o Alvinegro vendeu seu mando de campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: