Av. Niemeyer segue bloqueada hoje no Rio após deslizamento

A sexta-feira (8) começou ensolarada no Rio, depois da passagem do sistema que trouxe chuva torrencial e rajadas de até 110 km/h. O Climatempo prevê tempo parcialmente nublado e aumento da temperatura. Pode chover no fim do dia, mas de forma fraca e isolada.

Já a reabertura da Avenida Niemeyer não tem previsão: houve quedas de barreiras em diferentes pontos, e num deles uma árvore soterrou um ônibus, onde duas pessoas morreram. Outras quatro perderam a vida na tempestade.

O prognóstico da meteorologia para esta sexta é semelhante à do fim de semana – mas os termômetros vão subir, chegando a quase 40 graus na segunda. Imagens de satélite mostram o sistema se deslocando para o oceano.

Niemeyer ainda travada

Importante via que compõe o eixo Zona Oeste-Centro, via orla da Zona Sul, a Avenida Niemeyer está interditada desde o início da madrugada desta quinta-feira (7).

Um ônibus executivo da Viação Jabour, com trajeto do Centro para Campo Grande, foi soterrado no local após deslizamento de terra na noite de quarta-feira (6). Duas pessoas que estavam no coletivo morreram.

As vítimas foram identificadas como Tamires Alves dos Santos e Mário Salles de Lucena. O motorista do ônibus foi socorrido e levado para o Hospital Miguel Couto, no Leblon.

forte chuva e os ventos de mais de 100 km/h deixaram a cidade em estágio de crise, com deslizamentos, árvores e postes derrubados, queda de parte da ciclovia Tim Maia, diversos alagamentos e seis pessoas mortas.

  • Barra de Guaratiba: Isabel Paz e Mauro Paz
  • Rocinha: Adriana Santos
  • Vidigal: Marisa (ainda sem sobrenome)
  • Avenida Niemeyer: Tamires Alves dos Santos e Mário Salles de Lucena.

513 chamados para vistoria em decorrência das chuvas

A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), informou que recebeu, das 19h de quarta-feira até as 20h20 de quinta-feira, 513 chamados para vistoria em decorrência das chuvas. Os bairros de maior demanda foram Barra da Tijuca (29 ocorrências), Itanhangá (26), Barra de Guaratiba (26), Joá (22), São Conrado (19), Rocinha (18), Copacabana (16) Tijuca (15), Freguesia – Jacarepaguá (15) e Curicica (14).

Na noite de quinta-feira (7), a empresa de energia elétrica Light informou que 1,5% de consumidores ainda estavam com o fornecimento de energia interrompido. O número corresponde a 60 mil clientes afetados pelo temporal no Rio.

Do total de prejudicados, 83% já tiveram o serviço restabelecido. A Light informou ainda que a região de Jacarepaguá (Pechincha, Tanque, Freguesia) é a mais afetada do Rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: