Árvore de Natal retorna à Lagoa em dezembro

Com o apoio do Governo do Estado, símbolo natalino é o terceiro maior evento gratuito da cidade
A Lagoa Rodrigo de Freitas voltará a receber a Árvore de Natal. Rebatizada como Árvore do Rio Petrobras, a atração foi inserida no calendário oficial de eventos do Rio de Janeiro. A Árvore tem o apoio do Governo do Estado, que cedeu um terreno para a empresa responsável pelo espetáculo realizar o trabalho. Após dois anos de ausência, as luzes serão acesas no dia 1º de dezembro, às 21h, quando deverá atrair cerca de 200 mil pessoas. O anúncio foi feito nesta terça-feira (6/11), em um evento com a presença do governador Luiz Fernando Pezão, do presidente da Petrobras, Ivan de Sá, e do idealizador da Árvore, o empresário e publicitário Roberto Medina.

Considerada o terceiro maior evento gratuito do estado, a Árvore, além de atrair um grande número de moradores e turistas, gera desenvolvimento econômico e oportunidades de empregos na cidade. Assinada pelo cenógrafo Abel Gomes, a Árvore do Rio terá 70 metros e será composta por 900 mil lâmpadas de LED, que proporcionarão 8 fases cenográficas. O espetáculo de luzes e cores espalhará tons de verde e amarelo pela Lagoa.

– A Árvore é um sinal de recuperação do estado. Fizemos o dever de casa e os setores estão se recuperando. Nossa indústria automobilística, por exemplo, está crescendo quase 40%. Nós somos hoje  quase o segundo polo automotivo do país; o segundo siderúrgico; e três vezes no ano fomos o maior produtor de alumínio do Brasil. Mesmo nos momentos de maiores dificuldades, surgiam eventos importantes de cultura e esporte. A indústria do entretenimento é a cara do Rio de Janeiro, queremos investir nessas parcerias e colher esses frutos. Fico feliz, num final de governo, ver que a Árvore voltou, e vai fazer a cidade e o estado crescerem cada vez mais – afirmou o governador.

A Árvore do Rio Petrobras será iluminada na sua primeira noite, no dia 1º de dezembro, acompanhada de um espetáculo de fogos de artifício de sete minutos. Ficará acesa até o dia 6 de janeiro, das 20h à uma da manhã, de segunda a quinta, e das 20h às duas da manhã, sextas, sábados e domingos.

Roberto Medina, que por 20 anos esteve à frente do evento, vê o retorno deste símbolo natalino como um marco.

–  Quando a gente anuncia uma Árvore de Natal como esta, é uma luz sobre a cidade. Ela comunica o Rio de Janeiro com o Brasil inteiro. Já temos um calendário pronto para 2019, executado pela iniciativa privada e com o apoio governamental, que está aí, não é só um sonho, gera um impacto econômico na cidade de R$ 5,5 bilhões e cria 170 mil empregos. Este momento é oportuno: essa luz é o início de um grande processo, o Rio está ressurgindo – ressaltou.

Estiveram presentes ainda representantes da Dream Factory e da Backstage, que assinam o projeto, e o coordenador de Eventos da Prefeitura do Rio, Rodrigo Castro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: