Abel Braga lamenta situação do Flu, mas mostra confiança: ”Vai jogar bem e não cai”

O Fluminense precisa de ao menos um empate no próximo domingo, contra o América-MG, para garantir sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro sem depender de outros resultados. E terá um torcedor especial ao seu lado: Abel Braga. Além de toda a identificação e de ter comandado o time em 12 rodadas da competição, Abelão ainda tem forte ligação com Fábio Moreno, o auxiliar técnico permanente que terá a missão de evitar o rebaixamento.

O interino chegou ao clube em 2012, ainda como observador técnico, pelas mãos de Abel. Voltou com o treinador no início de 2017 e ainda faz parte de sua comissão técnica. Os dois conversaram após a demissão do técnico Marcelo Oliveira e a oficialização de que Fábio seria o comandante na última rodada. E, apesar de chateado com a situação atual do clube, Abel Braga mostrou confiança antes do jogo decisivo.

Abelão pediu demissão após a derrota para o Santos, na 12ª rodada do Brasileirão, a última antes da parada para a Copa do Mundo. Precisava de um tempo para si e para a família. De longe, acompanhou os poucos sucessos e os muitos problemas do Flu na temporada. Eliminado na semifinal da Sul-Americana, o Tricolor acumula oito jogos seguidos sem vencer e marcar gols.

– Quando sai, falei ao meu presidente: “Estou saindo pois tem tempo de trocar, preciso pensar mais em mim e estou vendo o mesmo filme do ano passado”. Em 2017, salvamos faltando dois jogos. Agora vai salvar na última rodada. Um time com o peso da camisa do Fluminense não pode passar por isso. Tem torcida. Ontem (quarta-feira) tinha 40 mil pessoas no estádio. No meu modo de pensar, também não iria cair com o Marcelo (Oliveira) – frisou.

Além do Fluminense, o Vasco também corre risco de rebaixamento no domingo. O Botafogo se salvou na reta final e apenas o Flamengo, vice-campeão, teve uma campanha tranquila no Brasileirão. Abel, aliás, recebeu contatos de Fla e Santos para voltar a trabalhar em 2019.

– A minha relação com o Fluminense é grande, então, a gente se chateia (com os problemas). Especialmente pois neste momento só se vê o Flamengo em uma situação boa no Rio. O Botafogo se salvou, mas na última rodada pode cair pelo menos um carioca. É muito ruim. Está na hora de ser fazer algo. Não é um futebol qualquer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito
%d blogueiros gostam disto: