Queimados será a primeira cidade da Baixada Fluminense a ter 100% de água potável

Carregar balde na cabeça e encontrar a bica da torneira vazia será coisa do passado para a doméstica Rosana Bispo, de 52 anos. Moradora do bairro Vila Nascente desde a infância, ela participou, nesta quinta-feira (5), da cerimônia de inauguração do reservatório Queimados I, construído pelo governo do estado, por meio da CEDAE, no bairro Vila Nascente. Outros dois reservatórios serão erguidos no município, sendo um na Vila São João e outro no bairro Paraíso e a meta é levar água encanada a todos os imóveis do município.
 
A Prefeitura de Queimados doou o terreno para a construção do reservatório da Vila Nascente, que vai atender 90 mil moradores, conta com estrutura vitrificada, importada dos Estados Unidos e tem capacidade para armazenar 5 milhões de litros d’água e também para o reservatório da Vila São João, em fase final de construção logo na entrada de Queimados. Nesta primeira etapa, já foram cerca de 10 mil novas ligações domiciliares, assentamento de 1 quilômetro de adutora e 21 quilômetros de tubos e redes. O reservatório do bairro Paraíso deve começar a ser construído no próximo ano.
 
Estiveram presentes na solenidade o governador Luiz Fernando Pezão, o Prefeito de Queimados, Carlos Vilela, o presidente da CEDAE, Jorge Luiz Ferreira Briard, vereadores e secretários municipais.
 
“É uma nova história que começa hoje. Agradeço imensamente a todos os envolvidos nessa empreitada, principalmente ao Briard (Presidente da CEDAE), que acreditou na seriedade da gestão para pensar esse programa. A Baixada Fluminense nunca recebeu tanto investimento em infraestrutura como agora”, comentou o governador Luiz Fernando Pezão que também confirmou a retomada de obras de saneamento e a chegada de mais policiais militares e civis ao município.
 
Já o Prefeito da cidade, Carlos Vilela, relembrou o início da empreitada. “É um momento muito gratificante para nossa gestão, que deu continuidade a esse projeto sério que é capaz de mudar a vida cotidiana das pessoas. Precisamos de água, é um direito que temos o prazer de prover aos moradores da Vila Nascente e toda essa região no dia de hoje”, declarou.
 
Ao ver o ato simbólico da inauguração – água saindo em abundância da torneira –, Rosana já prevê um futuro melhor para a família e mais facilidade ao realizar tarefas cotidianas, como tomar banho, lavar roupa e cozinhar. “Carreguei muito balde na cabeça, a vida toda. Andava a pé da fonte que tinha aqui no bairro até chegar em casa. Era uma luta enorme que não desejo pra ninguém. A gente se virava com a ajuda de uma bomba d’água, agora vai facilitar nossa vida”, almeja.
 
O programa
 
Com R$ 3,4 bilhões de investimentos, o Programa de Abastecimento de Água para a Baixada Fluminense beneficiará cerca de 2,2 milhões de habitantes. As obras incluem assentamento de cerca de 100 quilômetros de adutora, implantação e reforma de 17 elevatórias, construção de 17 reservatórios e reforma de outros oito, e assentamento de 517 quilômetros de troncos de adução e de distribuição.
 
Além de Queimados, as obras estão em andamento nos municípios de Duque de Caxias, São João de Meriti, Belford Roxo, Nilópolis, Mesquita e Nova Iguaçu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *